A importância de conhecer e acompanhar em tempo real o status dos grupos de pesquisa de sua IES

Os grupos de pesquisa são responsáveis por grande parte da pesquisa científica realizada no Brasil. A conexão entre as expertises e conhecimentos faz com que os grupos sejam determinantes para o avanço da ciência e da tecnologia brasileira. As informações dos grupos alimentam o DGP (Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil), que, a cada dois anos, promove o censo dos grupos de pesquisa em atividade no País.

Esse censo é uma fotografia do que é produzido no Brasil em termos de pesquisa técnico-científica. As IES que procuram oportunidades de cooperação e de parcerias em P&D precisam fazer parte dessa “fotografia”, que, apesar de ser publicada a cada dois anos, tem como base a atualização constante dos dados dos grupos e dos currículos de seus integrantes. Pelo menos uma vez a cada 12 meses os líderes dos grupos de pesquisa devem atualizar seus dados no DGP, que considera no censo apenas grupos validadas pelo dirigente institucional de pesquisa das IES.

 

Conheça o significado dos status dos grupos de pesquisa no DGP

Os grupos de pesquisa podem assumir 6 diferentes status no DGP e são apresentados na página que divulga os dados dos grupos na Plataforma Lattes. Confira o significado de cada um dos status:

1) Certificado: refere-se aos grupos de pesquisa incluídos no DGP por seus líderes, que tiveram seus dados atualizados nos últimos 12 meses e que foram aprovados pelo dirigente institucional de pesquisa da IES. Grupos nesta situação irão figurar “na foto” do próximo Censo de Grupos de Pesquisa realizado pelo CNPq. Como o prazo de validade desse status é de 12 meses, o líder deve atualizar as informações do grupo pelo menos uma vez ao ano, para que este mantenha-se como certificado.

2) Excluído: refere-se ao grupo de pesquisa da IES que um dia fez parte do DGP e que foi excluído pelo seu líder ou pelo próprio CNPq. Um grupo nessa situação não pode mais ter os seus dados editados pelo líder e também não fica acessível para alteração de status pelo dirigente institucional de pesquisa. Se o grupo excluído ainda estiver em atividade poderá ser cadastrado novamente no DPG, como um novo grupo.

3) Certificado – não-atualizado há mais de 12 meses: esse é o grupo que perdeu a certificação porque está há mais de 12 meses sem que o líder atualize suas informações. Esse grupo retornará automaticamente para a situação de “Grupo certificado” assim que os seus dados forem atualizados e enviados ao CNPq pelo líder. Passados 12 meses no status “Certificado – não-atualizado há mais de 12 meses”, o grupo poderá ser excluído pelo CNPq.

4) Em preenchimento: trata-se de um grupo novo cujos dados estão sendo cadastrados pelo líder no DGP. O grupo somente sairá desse status após o líder enviar os dados para o CNPq. Caso permaneça mais do que 12 meses com o status “Em preenchimento”, sem ter sido enviado pelo líder ao CNPq, o grupo poderá ser excluído da base pela Agência.

5) Aguardando certificação: trata-se de um grupo novo que já teve todas as suas informações cadastradas pelo líder e foi enviado ao DGP, que aguarda apenas a aprovação do dirigente institucional de pesquisa da IES. O dirigente tem o prazo de 12 meses para aceitar ou negar o novo grupo. Após permanecer 1 ano com o status “Aguardando certificação” o grupo poderá ser excluído do DGP pelo CNPq.

6) Certificação negada: é o grupo que teve seus dados cadastrados e enviados pelo líder ao CNPq mas que não foi aprovado pelo dirigente institucional de pesquisa da IES. O líder do grupo, após ter a certificação negada, poderá editar as informações do grupo e enviá-las novamente ao CNPq. Nesse caso, o grupo volta ao status “Aguardando certificação”. Após permanecer 12 meses com status “Certificação negada”, o grupo poderá ser excluído do DGP pelo CNPq.

 

Por que é importante conhecer o status dos grupos de pesquisa da sua IES

Antes de finalizar um novo censo dos grupos de pesquisa o CNPq envia um comunicado informando a data limite para que os líderes atualizem as informações de seus grupos e para que os dirigentes institucionais de pesquisa certifiquem os novos grupos da sua IES. Decorrido este prazo, os grupos que forem cadastrados, certificados e/ou atualizados não irão figurar no novo censo.

Para demonstrar o seu potencial de pesquisa e de inovação, as IES devem fazer parte e estar bem representadas no Censo do DGP. Portanto, os líderes dos grupos e os dirigentes institucionais de pesquisa devem conhecer e acompanhar periodicamente os status dos grupos de pesquisa da IES, seja por meio da consulta direta ao site do DGP, seja por meio de tecnologias alternativas.

A Plataforma Stela Experta© (Figura 1), por exemplo, integra em uma única base de dados as informações dos grupos de pesquisa da IES e dos currículos Lattes de sua equipe. Por meio dessa solução tecnológica é muito simples identificar as informações dos grupos, de seus integrantes, de suas produções técnico-científicas e de seus projetos de P&D, bem como os status de cada grupo. Para obter essas informações, basta acessar a opção “Quais são os grupos de pesquisa da instituição?” no módulo “Grupos de Pesquisa” e verificar o filtro “Situação dos grupos de pesquisa”.

Figura 1 – Plataforma Stela Experta©: grupos de pesquisa da IES com status “Certificado”

 

Conforme ilustrado na figura acima, a instituição tem 13 grupos de pesquisa certificados (que irão figurar no próximo Censo do DGP), 10 grupos excluídos, 8 grupos que outrora foram certificados pelo dirigente institucional mas que não foram atualizados nos últimos 12 meses pelos líderes (e que, portanto, não irão figurar no censo), 1 grupo em preenchimento e 1 grupo que teve a certificação negada pelo dirigente institucional de pesquisa.

Analisando esse quadro, o dirigente institucional poderia selecionar os grupos que foram certificados mas que não foram atualizados nos últimos 12 meses (Figura 2), bem como os que ainda estão em preenchimento, e contactar os líderes desses grupos para que atualizem e/ou finalizem o preenchimento das informações dos grupos. Dessa forma, a IES poderá ampliar significativamente sua participação no próximo Censo do DGP.

Figura 2 – Plataforma Stela Experta: grupos de pesquisa que foram certificados, mas que não foram atualizados a mais de 12 meses.

 

Analisando as informações sobre o status dos grupos, os próprios líderes dos grupos excluídos ou que tiveram sua certificação negada pelo dirigente institucional também podem atuar, verificando a razão da exclusão e/ou da certificação negada, e resolver a situação dos seus grupos. Da mesma forma, os líderes dos grupos com status “Aguardando certificação” podem antecipar-se e contatar o dirigente institucional de pesquisa para que este analise os dados dos grupos e os certifique, antes de encerrar o prazo do CNPq para a inclusão de novos grupos no Censo do DGP.

A Plataforma Stela Experta© facilita e agiliza a análise dos gestores da IES, que, com apenas alguns cliques, conseguem identificar em tempo real o status dos grupos de pesquisa da sua instituição, conhecer o perfil dos grupos, identificar oportunidades para a criação de novos grupos, identificar grupos com potencial para desenvolver projetos de P&D e parcerias com a iniciativa privada, fazer um raio-x da produtividade técnico-científica e dos projetos conduzidos por cada um dos grupos, entre várias outras ações de gestão.

 

Sem comentários

Postar um comentário