Ciencia-e-Tecnologia

Como localizar especialistas em sua instituição usando a tecnologia

Com muita frequência os gestores necessitam localizar especialistas e expertises de Ciência e Tecnologia em sua instituição de ensino superior para atender demandas específicas das áreas de ensino, pesquisa, extensão, inovação e para cooperar com o mercado em projetos de P&D. Quanto maior é o corpo docente da IES, mais difícil é para o gestor saber de cabeça quem trabalha com o que, principalmente quando a necessidade recai na identificação de especialistas em áreas do conhecimento distintas das quais ele trabalha.

O currículo Lattes e os grupos de pesquisa da Plataforma Lattes são, sem sombra de dúvidas, importantes fontes de informação para identificação de expertises individuais e grupos com trabalhos relevantes nas diversas áreas do conhecimento de Ciência e Tecnologia. Mas para explorar na plenitude essas informações, o gestor precisará de uma solução tecnológica que indexe adequadamente os dados e ofereça ferramentas sofisticadas de busca.

Com a Plataforma Stela Experta©, por exemplo, é possível formar um banco de dados com os currículos dos colaboradores da IES e seus grupos de pesquisa registrados no DGP/CNPq (Diretório de Grupos de Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

A solução Stela Experta© disponibiliza diversos filtros para facilitar a localização de expertises em Ciência e Tecnologia e permite que o usuário combine filtros estruturados (por exemplo, titulação máxima, área de conhecimento da titulação, área de atuação, unidade de lotação institucional, curso de atuação, regime de trabalho, entre outros) com filtros textuais por meio da digitação dos termos de seu interesse e da indicação de quais partes do currículo devem ser consideradas na busca dos termos (ex: na produção C&T, nos projetos de P&D, linhas de pesquisa, disciplinas ministradas, orientações, atividades de extensão universitária, serviços técnicos especializados, entre outras).

Desta forma, em função da necessidade do gestor é possível combinar os diversos filtros para localizar exatamente as expertises desejadas. Na área do ensino, por exemplo, o coordenador de um curso pode identificar um professor do quadro que tenha experiência de ensino e orientação nas temáticas do curso.

Na extensão, o gestor poderá identificar os docentes que tenham experiência na condução de projetos e atividades de extensão universitária. Se a demanda para localização for de pesquisadores para concorrer a determinado edital de fomento ou que tenham potencial para integrar grupos de pesquisa, o gestor poderá indicar os temas de interesse e pesquisá-los nas produções de Ciência e Tecnologia e nas linhas de pesquisa, bem como indicar que somente tem interesse em doutores.

Já se precisar localizar especialistas que tenham expertises específicas para cooperar com empresas em projetos de inovação, o gestor poderá indicar os termos que deseja procurar nas produções de Ciência e Tecnologia e nos projetos dos indivíduos, bem como indicar que prefere pesquisadores que integrem algum grupo de pesquisa na instituição e que tenham determinada titulação.

Se a instituição é multicampi, o gestor poderá ainda indicar em qual campus/unidade deseja procurar pelo especialista, a fim de atender a uma demanda específica daquela cidade ou região, como uma possibilidade de parceria ou de projeto de cooperação com uma entidade local, governo ou empresa.

No exemplo que apresentamos abaixo, estamos buscando por docentes candidatos a ministrar uma disciplina relacionada com desenvolvimento de software em um curso de Ciências da Computação. Para tal, escolhemos os termos “desenvolvimento de software”, “JAVA”, “orientação a objetos” e “arquitetura de software” e indicamos que os mesmos devem ser procurados nas disciplinas ministradas pelos docentes.

Foram localizados 44 docentes que registraram pelo menos um dos termos da lista acima em seu currículo Lattes (mais especificamente nas disciplinas ministradas), os quais estão listados em ordem decrescente de relevância dos termos nos currículos. Se desejar, o usuário poderá utilizar ainda operadores booleanos (ex: AND) entre os termos para indicar que deseja que mais do que um deles deva ser citado pelos docentes.

Poderá utilizar também wildcards nos termos (ex: “desenvolvimento de soft*” para pesquisar por termos que iniciem com “soft”, neste exemplo). Ao utilizar termos entre aspas a ocorrência exata das palavras será considerada na busca.

Ciência-e-Tecnologia

Se alterarmos os critérios de busca para indicar que a mesma lista de termos deve ser pesquisada nas produções C&T, projetos e linhas de pesquisa, por exemplo, encontraremos 49 pesquisadores no assunto. Interessante notar que a lista de especialistas difere bastante nas duas consultas.

Ciência-e-Tecnologia

Além de visualizar a lista de especialistas que atendem aos critérios de busca e examinar as palavras chave que eles mais citam, sua titulação máxima e curso, ano e IES onde titularam, sua lotação na estrutura da instituição, ano de ingresso e tipo de vínculo institucional e o résumé, o gestor poderá analisar o perfil dos especialistas selecionados, clicando na pergunta “Qual o perfil das pessoas da instituição?”.

Ciência-e-Tecnologia

Ciência-e-Tecnologia

Gráficos estratificam o conjunto de especialistas selecionados na busca e possibilitam que o gestor conheça com mais profundidade o perfil das pessoas. Poderá verificar a distribuição delas em função da grande área da sua titulação máxima, de seu regime de trabalho, do seu enquadramento funcional e de sua titulação máxima.

Ao clicar em qualquer barra ou fatia dos gráficos a Stela Experta© apresentará a lista de pessoas relacionadas. No exemplo acima, pode-se verificar que dos 49 pesquisadores selecionados apenas 18 são doutores (equivalente a 36,73% do total), que quase 50% das pessoas selecionadas são horistas e que a maioria está enquadrada como “Professor Auxiliar I”.

Se o gestor da IES deseja se aprofundar um pouco mais sobre as expertises dos especialistas selecionados, ele poderá verificar ainda a distribuição dos termos mais citados por eles. Ao clicar na pergunta “Com quais temáticas as pessoas da instituição trabalham?” o gestor irá obter um mapa de tópicos e uma nuvem dos termos mais citados, conforme demonstrado na figura abaixo.

Ciência-e-Tecnologia

No centro do mapa acima estão apresentados os 10 termos mais citados pelos especialistas selecionados na consulta anterior, os quais foram pesquisados nas produções de Ciência e Tecnologia e nos projetos de P&D registrados em seus respectivos Currículos Lattes. O número sobre as arestas indica a quantidade de vezes que o termo é citado.

Por exemplo,o termo “Sistema de informação” é o segundo mais citado, com 206 ocorrências. Ao clicar sobre o número o gestor poderá verificar quem são os especialistas do grupo que citaram o termo. Neste exemplo, podemos identificar que 30 dos 49 especialistas citaram o termo em questão.

Ciência-e-Tecnologia

Já se explorarmos o termo “Engenharia de software” no mapa de tópicos, que é o quarto mais citado com 177 ocorrências, veremos que apenas 15 dos 49 especialistas da lista original trabalham com esse tema. Ou seja, trata-se de uma expertise mais concentrada do que o termo “Sistema de informação”, pesquisado anteriormente.

Explorando um pouco mais o mapa de tópicos, o gestor poderá examinar a co-citação de termos pelos especialistas. Por exemplo, ao clicar sobre a aresta que liga os termos “Sistemas de informação” e “Modelagem de sistemas”, que são citados conjuntamente 13 vezes nas produções ou nos projetos dos especialistas selecionados originalmente, veremos que apenas 2 dos 49 docentes citam os dois termos em conjunto. Trata-se, portanto, de uma expertise bastante especializada no grupo de docentes da instituição.

Ciência-e-Tecnologia

Com o mapa de tópicos o gestor poderá compreender melhor as expertises adicionais de Ciência e Tecnologia dos especialistas selecionados em sua consulta original, identificar concentração de conhecimentos em determinados grupos de docentes e encontrar os especialistas com o perfil mais adequado às suas necessidades. Este nível de análise permite localizar expertises de maneira mais intuitiva, prática, rápida e efetiva.

 

Sem comentários

Postar um comentário